domingo, 12 de junho de 2011

Os melhores beijos do cinema - Parte 2

Inspirado pelo dia dos namorados, resolvi fazer a parte 2 da minha eterna lista dos melhores beijos do cinema. Mas não estranhe: alguns beijos fogem do espírito romântico da data. A parte 3 também já está a caminho.

Do filme mais contemporâneo, para o mais antigo:

1 - O segredo de Brokeback Mountain (Brokeback Mountain) - 2005



O premiado filme de Ang Lee exibe um dos beijos mais intensos do cinema, entre os galãs Heath Ledger (Ennis Del Mar) e Jake Gyllenhaall (Jack Twist). Os protagonistas se reencontram após um longo tempo de separação e não seguram a paixão. A cena revela-se ainda mais dramática uma vez 
que o beijo é assistido pela mulher de Ennis (interpretada pela fantástica Michelle Williams).


Cena do filme (a música não faz parte do filme):


2 - Cassino (Casino) – 1995


O beijo entre Joe Pesci e Sharon Stone não tem nada de romântico, pelo contrário, é considerado o beijo mais repulsivo do cinema. A cena é tão feia que foi impossível encontrar o vídeo do mesmo. Mesmo assim, é um beijo inesquecível do cinema. O filme em questão é Cassino, do mestre Martin Scorsese. Neste filme, Stone tem, provavelmente, a melhor performance da sua carreira.

Trailer do filme:


3 - Minha adorável lavanderia (My Beautiful Laundrette)– 1985



O ótimo filme britânico de Stephen Frears conta a história do amor insólito entre um badboy ex-skinhead inglês e um jovem ambicioso de origem paquistanesa, interpretados, respectivamente, por Daniel Day-Lewis e Gordon Warnecke. Um amor proibido, subversivo, que cruza barreiras sociais. Nesta cena de amor, eles estão prestes a serem flagrados pelo gerente da lavanderia onde trabalham. A cena do beijo, com direito a champagne, é uma das mais eróticas do cinema.


4 - Victor ou Victória? (Victor/Victoria) – 1982



No divertido musical de Blake Edwards, Julie Andrews se traveste de homem. Mesmo assim, James Garner se apaixona por ela. Na cena do beijo ele diz: “Eu não me importo se você for um homem” e eles se beijam, então, ela revela: “Eu não sou um homem” e ele replica: “Eu não ligo também” e eles se beijam novamente.

Trailer do filme:



5 - O iluminado (The shinning) – 1980


A fantástica obra-prima de Stanley Kubrick tem um dos beijos mais horripilantes do cinema. O perturbado Jack Nicholson descobre uma linda mulher se banhando numa das suítes do hotel “mal-assombrado”. Ela o seduz e eles se beijam, mas quando ele dá uma olhadinha pelo espelho, percebe que está beijando uma idosa cujo corpo está em plena putrefação.


Trailer do filme:


6 - O poderoso Chefão – Parte 2 (The godfather – Part II) – 1974


Este é o chamado beijo da morte do grande clássico O Poderoso Chefão II. Em uma festa de reveillon em Cuba, Michael Corleone (Al Pacino) revela ao irmão Fredo (John Cavale), que sabe de sua traição e com um violento beijo à la siciliana, ele sela o destino do irmão, dizendo: “Eu sei que foi você, Fredo. Você partiu meu coração. Você partiu meu coração."

Cena do beijo:


7 - Quanto mais quente melhor (Some like it hot) – 1959



A comédia mais adorada do cinema tem também um dos beijos mais divertidos. Nesta cena, o dissimulado Tony Curtis, que se passa por milionário e diz ser impotente, abusa da ingenuidade de Marylin Monroe. Ela tenta a todo custo, através de sucessivos beijos, provocar algum tipo de frisson no moço, mas ele insiste em dizer que nada o tira da sua letargia sexual.


Trailer do filme:

8 - Ladrão de casaca (To Catch a Thief)- 1955


Ladrão de casaca, filme de Hithcock, tem alguns beijos memoráveis. O primeiro deles é o beijo surpresa que Grace Kelly dá em Cary Crant, quando ele a acompanha ao quarto do hotel. Detalhe: eles tinham acabado de se conhecer e ela o havia tratado friamente durante todo o jantar. Mas o beijo mais espetacular é aquele que ocorre na penumbra de um quarto de hotel e é acompanhado por “orgásmicos” fogos de artifícios. Cena sensualíssima e com toques de fetichismo.

Cena do filme:

9 - Depois do vendaval (The quiet man) – 1952



Depois do vendaval, é um clássico do diretor John Ford, estrelado pelo mega astro John Wayne e pela bela Maureen O’Hara. Neste romântico filme, encontramos dois fantásticos beijos: o primeiro é roubado em meio 
a um vendaval e o segundo é um romântico beijo na chuva que ocorre em um cemitério.



Trailer do filme:


10 - Bola de fogo (Ball of fire) – 1941



A comédia Bola de Fogo, vista como uma versão adulta do conto Branca de Neves e o sete anões, tem um dos beijos mais geniais. A ousada e sexy Barbara Stannwick, depois de uma discussão com o nerd Gary Cooper, pega dois grossos livros, sobe em cima deles, para ficar à altura de Cooper e “tasca” vários beijos no moço, dizendo: “Eu vou te mostrar o que é o yum-yum. Aqui tá o yum. (beijo) Aqui tá o outro yum. (beijo) E aqui tá o yum-yum. (beijo).”



3 comentários:

  1. Faltaram vários beijos melhores que alguns que estão ai, DIO COMO TI AMO com Gigliola Cinquetti e Mark Damon é o exemplo de um deles.

    ResponderExcluir
  2. Fica para a próxima. Obrigado pela dica.

    ResponderExcluir
  3. Ótima seleção! O primeiro listado, particularmente, é-me especial por se tratar do meu filme favorito. Realmente os atores despiram-se de qualquer vaidade em suas composições e entregaram performances memoráveis. E o de O PODEROSO CHEFÃO: PARTE II também é uma escolha interessantíssima. Grande momento no filme.

    ResponderExcluir